domingo, 13 de abril de 2014

Avião cai, pega fogo ao bater em rede elétrica e passageiros sobrevivem

Tripulantes tiveram ferimentos leves, mas deixaram avião antes do fogo.
Acidente aconteceu durante um voo panorâmico na zona rural de Edéia.

Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera
67 comentários
Um avião de pequeno porte caiu na tarde deste sábado (12) na zona rural de Edéia, a 125 quilômetros de Goiânia.
Agentes do Comando de Operações de Divisas (COD) da Polícia Militar passaram pelo local momentos depois da queda. Segundo os policiais, apenas piloto e um passageiro estavam na aeronave, que fazia um voo panorâmico na região, quando bateu na rede elétrica de uma fazenda a dez quilômetros da cidade.
Ainda de acordo com a polícia, piloto e passageiro conseguiram sair da aeronave apenas com ferimentos leves. Eles não chegaram a ser levados a algum hospital da região. Após a saída dos dois, a aeronave começou a pegar fogo. As chamas consumiram todo o avião, que ficou completamente destruído.
Avião cai e pega fogo em edeia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Avião pegou fogo após cair em zona rural de Edéia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera

sábado, 12 de abril de 2014

Gol começa a operar rota Campinas Miami a partir de julho em Viracopos

Voos serão às segundas, quartas e sábados com escala em Santo Domingo.
Passageiro terá opção de fazer conexão para Orlando, nos Estados Unidos.

Do G1 Campinas e Região
Comente agora
A companhia aérea Gol obteve autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e começa a operar voos entre Campinas e Miami, nos Estados Unidos, a partir de 18 de julho no Aeroporto Internacional de Viracopos. Serão três frequência por semana, com escala em Santo Domingo, na República Domicana.
Segundo a assessoria da Gol, a operação será às segundas, quartas e sábados. Ao chegar em Santo Domingo, o passageiro terá opção de fazer conexão para Orlando. Os voos serão feitos com com a frota padronizada de aeronaves Boeing 737 Next Generation.
Rio de Janeiro
Ainda de acordo com a companhia, a partir de 18 de julho também serão iniciados seis novos voos diários entre Viracopos e o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. A companhia iniciou a venda de passagens para os destinos nesta sexta-feira (11).
De acordo com a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, os voos para Miami serão realizados a partir do novo terminal de passageiros, que começa a funcionar em 3 de junho. Atualmente, o terminal aérero possui apenas um destino internacional, para Lisboa. São seis operações semanalmente, três chegam de Portugal e três partem de Campinas para o país europeu

sexta-feira, 11 de abril de 2014

NOTA OFICIAL – Ocorrência com aeronave brasileira na Venezuela

Publicado: 11/04/2014 13:58h
Imprimir
O Comando da Aeronáutica (COMAER) foi informado ontem (10/4), pela Defesa Aérea da Venezuela, de que uma aeronave civil brasileira, modelo Learjet 25, matrícula PT-OHD, teria sido interceptada no espaço aéreo venezuelano, suspeita de envolvimento em atividades ilícitas.
Investigações preliminares feitas pelo COMAER mostram que a aeronave teria decolado do território brasileiro, sem um plano de voo aprovado pelos órgãos de controle. O avião teria ingressado no espaço aéreo venezuelano com o transponder desligado. O transponder é um dispositivo eletrônico que permite a comunicação da aeronave com radares de solo e com o controle de tráfego aéreo.
A identidade da tripulação e de eventuais passageiros da aeronave, assim como as outras circunstâncias do episódio, estão sendo apuradas pelas autoridades brasileiras.
 
Brasília, 11 de abril de 2014.
Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Aeroporto de Cabo Frio, RJ, recebe voos regulares durante a semana

Nesta quinta (10), começou a operar mais um horário de voo comercial.
Antes, só havia voos aos fins de semana.

Do G1 Região dos Lagos
Comente agora
 A novidade agradou muito os mineiros que frequentam Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. O aeroporto da cidade começou a operar mais um horário de voo comercial regular nesta quinta-feira (10). Antes, só havia voos aos fins de semana. Nesta quinta, chegou o primeiro voo com passageiros com mais essa alternativa de transporte.
O avião com capacidade para 68 lugares chegou quase lotado. Desembarcaram 61 passageiros no primeiro dia da linha Belo Horizonte - Cabo Frio. Agora, são quatro voos comerciais regulares. Para Campinas, em São Paulo, no domingo e para Belo Horizonte, em Minas Gerais, no sábado, no domingo e a partir das quintas-feiras. Para Belo Horizonte, a duração da viagem é de uma hora e a passagem custa R$ 430. Com mais um voo comercial regular, a expectativa é fazer decolar também a economia de toda a região.
Estão previstas obras para melhorar a capacidade do aeroporto, tanto para voos comerciais quanto para o transporte de carga e dos trabalhadores offshore, que representam 85% dos passageiros transportados. A Secretaria de Aviação Civil estၠconduzindo o processo de licitação para começar a obra. O que ficou por conta do aeroporto está sendo feito, mas são precisos investimentos urgentes na parte externa, para melhorar a recepção e o transporte entre o aeroporto e o centro de Cabo Frio. Na tarde desta quinta, faltou táxi e muitas pessoas, incluindo idosos, tiveram que aguardar no sol.

Destroços achados são de avião de grande porte, diz Corpo de Bombeiros

Objetos foram achados próximos ao município de Oiapoque.
Equipe de buscas encontrou partes de cabine de avião.

Dyepeson Martins Do G1 AP
82 comentários
Destroços de avião encontrado na costa do AmapáDestroços de avião encontrado na costa do Amapá (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do Amapá)
O Corpo de Bombeiros Militar do Amapá informou que os destroços encontrados na costa do Amapá, próximo ao município de Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá, pertenciam a um avião de grande porte. Uma equipe de buscas formada por bombeiros e técnicos do Instituto Chico Mendes (ICMBio) retornaram na noite de quarta-feira (9) do local onde os objetos foram encontrados por pescadores no domingo (6). Ainda não há informações sobre vítimas.
  •  
Destroços de avião encontrado na costa do Amapá (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros do Amapá)Bombeiro mostra uma parte de aeronave com o prefixo (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros do Amapá)
O comandante do Corpo de Bombeiros de Oiapoque, coronel Josivan Assunção, afirmou que ainda é cedo para a equipe técnica ter informações "mais precisas" sobre a aeronave. "Só sabemos que é um avião de grande porte e de uma fuselagem antiga, mas ainda não temos nenhuma identificação. São os restos dos destroços, achamos que pode ter sido trazido pelas correntes marítimas", explicou.
Destroços de avião encontrado na costa do Amapá (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do Amapá)Destroços de avião encontrado na costa do Amapá
(Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros do Amapá)
A equipe de buscas encontrou partes da cabine e da parte superior do avião. A Polícia Civil disse que iniciará a investigação para identificar a origem da aeronave. Os destroços estavam em uma região de difícil acesso na foz do rio Cassiporé, cerca de 250 quilômetros da sede de Oiapoque. "Vamos analisar a possibilidade de abrir um inquérito sobre o caso. Pois pode ser o caso de uma atribuição da Polícia Federal", declarou o delegado César Vieira.
Inicialmente, a polícia trabalha com as hipóteses de que o avião tenha sido usado para o tráfico de drogas, transporte de materiais ilícitos ou táxi aéreo, na Guiana Francesa. O delegado não descarta a possibilidade de a queda do avião ter acontecido no Oceano Atlântico e através da maré os destroços terem chegado ao rio Cassiporé. "Em no máximo três dias teremos uma análise completa para que seja definido os caminhos que a investigação seguirá", reforçou o delegado.
Destroços de avião encontrado na costa do Amapá (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros do Amapá)Bombeiros de Oiapoque encontram avião (Foto: Divulgação/ Corpo de Bombeiros do Amapá

Representantes da SAAB fazem levantamento da estrutura da Base Aérea de Anápolis

Publicado: 10/04/2014 16:48h

O objetivo foi identificar as possíveis adaptações da Base aos novos caças da FAB
Técnicos da SAAB permaneceram dois dias na Base Aérea de Anápolis   Enilton Kirchhof/Agência Força AéreaUma comitiva da empresa sueca SAAB, fabricante dos caças Gripen NG, esteve na terça-feira (08/04) na Base Aérea de Anápolis (BAAN) para avaliar a estrutura física da casa das novas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB). Esta é a primeira visita técnica dos representantes da empresa à Anápolis depois do anúncio de que o Gripen NG foi escolhido para equipar a FAB.
Os representantes analisaram os detalhes físicos da Base para identificar as possíveis adaptações necessárias para a chegada dos caças Gripen NG. No total, oito representantes da SAAB participaram da visita, entre eles engenheiros de sistemas e diretores técnicos, de suporte de venda e de desenvolvimento de tecnologia.
Durante a visita, os técnicos avaliaram o Esquadrão de Suprimentos e Manutenção, a estrutura do Primeiro Grupo de Defesa Aérea (1º GDA), o hangar de alerta e as pistas de pouso e de taxi. Os membros da comitiva se mostraram satisfeitos com o que viram, além de elogiarem o espaço disponível.
De acordo com o Comandante da Base Aérea de Anápolis, Coronel Rodrigo Fernandes Santos, a BAAN já vem se preparando para a chegada dos caças. “Nós estamos mantendo nossa Base mobilizada, nosso efetivo está mantido e capacitado, aguardando as novas orientações”, explica.
Em fevereiro, a BAAN recebeu a visita de uma comitiva da Agência de Exportação de Defesa do Governo Sueco para, de maneira semelhante, avaliar as condições de operação de caças Gripen das versões C e D, anteriores ao NG mas já operacionais na Suécia.
Gripens novos e usados
A Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), órgão da FAB responsável por projetos de aquisição e modernização de aeronaves, trabalha atualmente com dois projetos simultâneos: Gripen NG e Gripen C/D. O primeiro trata da aquisição de 36 aeronaves novas, selecionadas no chamado Projeto F-X2. Já o segundo surgiu após a oferta do Governo da Suécia para que o Brasil operasse a versão atual do Gripen como solução temporária até a chegada dos caças novos.

Ambos os projetos estão em fase de negociação e a expectativa do Comando da Aeronáutica é de que sejam assinados em dezembro de 2014, quando serão acertados detalhes como número de aeronaves das versões C e D, armamentos, apoio logístico e pagamento. Já em 2015 deve começar o treinamento militares da FAB na Suécia.
Fonte: Portal FAB