Welter Mesquita Vaz. Tecnologia do Blogger.

JetBlue critica E190 e planeja grande revisão de frota


A JetBlue está disposta a realizar uma grande revisão de frota, após demonstrar publicamente a insatisfação da companhia com o Embraer E190, de primeira geração. O diretor financeiro da companhia, Steve Priest, irá estudar as encomendas atuais da companhia aérea além de investigar os custos das atuais aeronaves.

De acordo com a companhia o maior problema do E190 é uma taxa de retorno baixa por voo, não somente um problema com economia de combustível ou o transporte de menos passageiros, quando comparado ao A320. “O comprimento do E190 é 40% menor, mas o E190 é um avião CASM de alta”, disse Hayes. “Nós olhamos para o E190 não como um problema CASM, mas uma questão de retorno.”

A JetBlue ainda mantém a sua encomenda para 24 aeronaves E190, encomenda essa que foi adiada em 2013 para receber somente depois de 2020, possivelmente essa nova encomenda já é convertida para a segunda geração do E190. Até agora, a companhia não se pronunciou sobre se poderia converter suas encomendas E190 remanescentes para o E190-E2, que está previsto para entrar em serviço em 2018, a Embraer não deve manter a produção do E1 ativa por muito tempo após entregar o E2.

A JetBlue já teve alguns problemas com o E190 desde que recebeu a primeira unidade em 2005, sendo também a cliente de lançamento da aeronave. De acordo com a companhia, os primeiros E190 resultaram em alto custo de manutenção, devido ao projeto novo, e também não foram tão eficientes inicialmente para o transporte de passageiros.

A revisão do plano da frota da JetBlue ocorre quando a companhia aérea embarca em um plano para reduzir os custos em US$ 250 a US$ 300 milhões até 2020.

Separadamente, a transportadora continua a avaliar o Airbus A321LR, que lhe permitirá lançar o serviço transatlântico para a Europa. A JetBlue tem até o final deste ano para decidir se quer trocar ordens por 15 A321neos para o jato de longo alcance, que a Airbus oferecerá a partir de 2019. Por enquanto não é prioridade da JetBlue encomendar aeronaves de 100 assentos, nem mesmo o Bombardier CS100.

Atualmente a JetBlue opera com 169 aviões da família Airbus A320 e 60 aviões Embraer E190.

Compartilhar no Google Plus

Sobre Alexandre Marques

Notícias, radar e escuta ao vivo, matérias e cobertura de eventos aeronáuticos.
    Comentar - Blogger
    Comentar - Facebook

0 comentários:

Postar um comentário